Como Fazer um Currículo

Muitas dúvidas rondam nos pensamentos das pessoas que farão seu primeiro currículo: como farei o meu currículo sem experiência? É necessário colocar alguma meta ou objetivo na área na qual gostaria de trabalhar? Este artigo vem para explicar e tirar todas as dúvidas mas, sobretudo, ensinar o leitor a como fazer um currículo.

Como Fazer um Currículo

O que é importante em um currículo?

Todos os currículos têm algo em comum: objetividade independente da vaga no qual o candidato à entrevista está buscando. Além disso, ao fazer um currículo, é necessário pensar que ele é quase um cartão de visita para o empregador/futuro patrão. Dessa forma, é essencial ser objetivo e mostrar qual o intuito de ter feito o currículo. Quanto mais adequado o currículo para a vaga, maior as chances de ser selecionado.

Estrutura básica de um currículo

  • Dados pessoais
  • Quem está fazendo o currículo deve preencher o currículo com seus dados mais básicos:
  • Nome completo;
  • Idade;
  • Estado civil;
  • Endereço;
  • Cidade;
  • Telefone celular ou residencial;
  • E-mail para contato;

Esses dados são essenciais e, sem eles, o currículo não pode existir.

Estrutura Currículo

Objetivos e metas

Nessa seção do currículo é recomendável escrever de forma objetiva qual o objetivo do candidato na empresa em que se está submetendo o currículo ou objetivos genéricos.

Formação acadêmica

O candidato deve colocar nessa seção a última escolaridade completa por ele. Portanto, se o candidato está cursando um mestrado, ele deve colocar que é graduado em um certo curso. Nessa seção só se coloca a escolaridade que foi completa pela pessoa que irá se candidatar.

Qualificações

Na seção de qualificações ficam as informações da carreira profissional do candidato que podem ser destacadas e relevantes para o contratante durante a leitura do currículo.

Atividades complementares

Minicursos ou participações em simpósios podem ser citadas nessa seção desde que o nome da instituição, carga horária e a data dessas atividades sejam informadas de maneira exata.

Experiências profissionais

Essa é uma das seções mais importantes presentes no currículo do candidato. Nela ficam as experiências profissionais como estágios e bolsas de pesquisa ou extensão completadas pelo candidato. No caso de falta de experiência, deve-se colocar experiências menores e responsabilidades tidas nessas experiências.

Informática

Na seção de informática fica todo o conhecimento relacionado aos programas de computador como Word, Excel, PowerPoint e outros. Além disso, os cursos complementares feitos nessa área também podem ser acrescentados como se fossem atividades complementares.

Idiomas

É interessante colocar os idiomas que o candidato tem experiência. Os níveis de fluência de um idioma são: básico, intermediário, avançado e fluência. É necessário honestidade na hora de escrever nessa seção pois, dependendo da vaga, saber um outro idioma além da língua portuguesa pode ser necessário.

Outros

Na seção de outras informações, o escritor do currículo pode colocar atividades que não sejam profissionais ou acadêmicas que tenham relevância para a vaga ou ressaltem qualidades para o emprego no qual se está submetendo o currículo.

O que evitar na hora de fazer o currículo?

Como Fazer Currículo

O currículo é um dos documentos mais importantes no começo da vida profissional de qualquer pessoas e deve ser encarado como tal. O contratante, com um olhar crítico, irá ler e fazer observações a respeito do candidato. Tudo isso através apenas do currículo. Existe uma lista de itens que deve-se evitar na hora de montar um currículo e entre eles temos:

  • Fotos (raramente deve ser colocada e quando colocada, deve ser formal)
  • Título como “Currículo” ou “Currículo Vitae”
  • Escrever textos na primeira pessoa;
  • Informações que podem fazer você pontuar para baixo como falta de experiência (é melhor omitir essas informações)
  • Informações sobre os parentes;
  • Referências que são pessoais;
  • Data;
  • Assinaturas;

É possível se destacar diante tantos candidatos apenas pelo currículo?

Sim. Um currículo geralmente é feito de maneira genérica, mostrando apenas qualidades que podem ser utilizadas em várias vagas. Portanto, para se destacar em meio a tantos currículos que são genéricos, deve-se inserir informações específicas que dêem relevância ao candidato que procura um cargo específico. Por exemplo: se a vaga for para cuidar de computadores em uma loja, é sempre bom dar ênfase às experiências profissionais relacionadas à informática no currículo a ser entregue para ao contratante.

Fazer um currículo pode não parecer ser muito fácil devido seu cunho formal na hora de ser escrito. Entretanto, se esse artigo for utilizado como guia para como fazer um currículo, não haverá erros na hora de redigir formalmente o próprio currículo. Portanto, basta seguir as indicações principais sobre o que é importante em um currículo, a estrutura básica dele, o que evitar nele e como se destacar para fazer um currículo que se saia na frente dos concorrentes da tão sonhada vaga.

Leave a Reply