Currículo do Jovem Aprendiz

As pessoas que estão ingressando cedo no mercado de trabalho se deparam com os cargos de jovem aprendiz e muitas vezes não sabem como fazer um currículo do jovem aprendiz. Este texto vêm para explicar o que é um currículo e o que deve estar nele e como o currículo de um jovem aprendiz deve ser feito de forma correta.

O que é um currículo do jovem aprendiz?

Essa é a dúvida de muitas pessoas e muitas vezes a palavra currículo remete a algo assustador ou que traz problemas. No entanto, vamos explicar o que um currículo ou currículo do jovem aprendiz de fato é.

Confira alguns modelos:

O currículo é usado para mostrar as experiências profissionais e o histórico acadêmico de alguém que está tentando ingressar no mercado de trabalho através de entrevistas de emprego com um contratante. Sabendo disso, é possível deduzir que o currículo precisa ter apenas informações diretas sobre experiências e histórico acadêmico além de estar escrito na norma culta da língua portuguesa.

O documento deve ser feito de forma específica, ou seja, você escreverá para a área que você está submetendo ele. Se você deseja fazer um currículo para trabalhar como técnico de informática, por exemplo, procure preencher apenas com experiências relevantes ao cargo como experiências em sistemas operacionais e programação. Dessa forma o contratante olhará para você com outros olhos devido a exclusividade dada ao documento que foi entregue para ele.

O que deve estar no currículo do jovem aprendiz?

Currículo do Jovem Aprendiz

Mesmo sendo uma pessoa com pouca experiência atrás de um cargo de jovem aprendiz você deve colocar todas as informações que podem dar uma boa impressão ao contratante, ou seja, para quem lerá e dará toda atenção ao documento.

Existem as informações essenciais que precisam estar de acordo em todos os currículos que você fizer ao longo de sua vida. Nome completo, idade, telefone residencial e telefone celular, endereço e cidade são indispensáveis em um currículo. Procure deixá-las logo no início do seu currículo para facilitar a leitura do contratante e destacar as informações.

Apesar disso, não basta apenas deixar claro que você está interessado na vaga. É necessário traçar objetivos, metas, qualificações e mostrar o trajeto da vida profissional e acadêmica, de forma explícita e informativa dentro do currículo. Como dito nos parágrafos acima, é importante deixar claro os objetivos relacionados à área na qual você está concorrendo. Portanto, coloque objetivos que você possa almejar dentro da empresa que você está interessado.

Sobre a vida acadêmica, coloque todas as suas formações completas. Ensino superior e/ou médio completo, especificando sua data e a instituição na qual você se formou. É importante ressaltar que você deve colocar sua escolaridade completa, ou seja, se você está fazendo uma graduação e ainda não a finalizou, não é necessário comentar.

Dentro do currículo, coloque a fluência que você tem em vários idiomas, principalmente os estrangeiros. Fluência na língua inglesa ou espanhola pode ser um bom motivo para se diferenciar no meio da multidão e, consequentemente, nos olhos do contratante. Mas cuidado: você não deve mentir em nenhuma circunstância na parte sobre sua fluência em idiomas já que o contratante pode testar sua fluência em uma entrevista de emprego, por exemplo.

Nas experiências da sua vida profissional você pode colocar todos os empregos que você já trabalhou e todas as experiências que auxiliaram no desenvolvimento de competências e que trouxeram boas experiências junto a uma obtenção de conhecimento sobre uma determinada área. Em relação às qualificações, é sempre bom colocar os cursos e certificados obtidos durante o longo de sua vida a fim de rechear o currículo.

Para finalizar seu currículo, acrescentar informações relacionadas ao uso de programas de informática como Word, PowerPoint e Excel que podem ser relevantes ao cargo de jovem aprendiz já que este é geralmente utilizado para realizar funções administrativas.

O que buscar evitar em um currículo de jovem aprendiz?

Por ser um currículo, justamente um documento que tem como função avaliar apenas as competências de uma pessoa, é comum ser necessário evitar fotos e só utilizá-las quando forem solicitadas. Além disso, dados como o nome do pai e da mãe são totalmente desnecessários para o currículo.

A partir disso você já sabe como um currículo do jovem aprendiz é feito e pode montar o seu próprio currículo a fim de conseguir um cargo de jovem aprendiz em uma empresa. Lembre-se: apenas informações relevantes e objetivas devem aparecer no seu currículo de jovem aprendiz e procure evitar as fotos se elas não forem requisitadas. Sabendo disso tudo, se você seguir as recomendações deste texto, certamente não errará na hora de fazer seu currículo para a vaga de jovem aprendiz.

Leave a Reply