Objetivos para Currículo – O que Colocar?

O que colocar como Objetivos para currículo é uma das grandes dúvidas de toda pessoa que vai ingressar no mercado de trabalho. O objetivo profissional é um dos principais itens de um currículo, infelizmente negligenciado por boa parte dos candidatos em busca de uma oportunidade. Nessa dúvida: “objetivos para currículo, o que colocar?”, muitos acabam apontando objetivos vagos, como “pretendo dar o meu melhor” ou “busco um emprego nesta renomada empresa”, que podem fazer com que um currículo seja eliminado da seleção imediatamente.

Objetivos Para Currículo

Neste artigo você entenderá o que deve colocar no campo objetivo profissional do seu curriculum vitae, para aumentar suas chances de continuar no processo seletivo e conquistar a vaga de emprego desejada.

Objetivos para Currículo: o que colocar

A chave para um currículo bem elaborado é ter coerência entre o objetivo profissional e demais informações apresentadas, como formação acadêmica, experiência, cursos e idiomas. Antes de avançarmos na questão sobre o que colocar como objetivos para currículo, precisamos esclarecer que não se deve criar um único modelo e utilizá-lo para todas as oportunidades de emprego que aparecerem.

O ideal é redigir seu currículo tendo em mente os requisitos exigidos por uma determinada função. Se o objetivo profissional muda, outros campos do curriculum vitae também precisam ser reformulados, para que o documento tenha coerência e consiga se destacar entre dezenas, centenas ou até milhares de currículos.

Lembre-se de que o avaliador costuma gastar apenas alguns segundos analisando cada currículo e o objetivo profissional é um ponto fundamental para decidir se aquele candidato merece ou não continuar no processo seletivo.

O objetivo profissional num currículo precisa estar muito próximo à vaga ou setor para o qual foi aberto o processo seletivo. Deve-se indicar, no mínimo, o setor ou setores da empresa nos quais há pretensão de atuar. Um objetivo profissional muito vago é visto pela maioria dos recrutadores como falta de foco, diminuindo drasticamente as chances de ser chamado para a entrevista e conseguir a colocação.

Confira abaixo alguns exemplos do que não colocar no campo “objetivo profissional” do currículo:

  • Quero dar o meu melhor.
  • Desejo contribuir com o crescimento da empresa.
  • Gostaria de conseguir um emprego nesta renomada empresa
  • Estou em busca de novos desafios.
  • Exercer meu cargo com dedicação e responsabilidade.
  • Procuro crescimento pessoal e profissional.
  • Quero colaborar com meus colegas de trabalho.
  • Estou apto a trabalhar em qualquer setor, a critério da empresa.
  • Desejo aprimorar meus conhecimentos.

Objetivo no currículo: dicas para preencher esse campo

Agora que você já tem uma noção do que não deve colocar como objetivos para currículo, confira algumas dicas para elaborar essa parte fundamental do seu curriculum vitae:

Seja específico. Conforme abordamos anteriormente, um objetivo profissional vago prejudica a imagem do candidato perante o recrutador, por parecer que se está “atirando para todos os lados”. Faça uma reflexão sobre o momento em que você se encontra na sua carreira (mesmo que esteja começando agora) e aonde você pretende chegar, enfim, quais são suas expectativas. Após refletir, decida em que tipo de função ou, pelo menos, a área na qual você está disposto a atuar.

Tenha clareza e objetividade ao redigir seu objetivo profissional. Essa dica complementa a primeira. Depois de chegar a uma conclusão sobre em qual área e função você quer atuar, redija seu objetivo profissional de forma breve, em no máximo duas linhas, sem detalhes desnecessários. Lembre-se de que as empresas valorizam os profissionais que sabem aonde querem chegar e têm foco.

Descreva a área em que você deseja atuar. Você pode colocar, por exemplo “atuar na área administrativa/financeira” ou “busco uma posição na área de recursos humanos”. Se você já é um profissional bastante experiente ou busca uma função específica, pode colocar exatamente o cargo também, como “gerência de recursos humanos”, ou “analista de recrutamento e desenvolvimento”, por exemplo.

Elabore um objetivo profissional para cada empresa. Analise o cargo que é oferecido, quais são as competências exigidas, as atribuições da função, assim como a cultura própria da empresa, para assim alinhar o objetivo profissional no seu currículo ao que a organização está buscando.

Objetivos profissionais diferentes, currículos diferentes. Não há nenhum problema em estar disposto a atuar em diferentes áreas ou funções. Porém, objetivos profissionais diferentes pedem a elaboração de currículos distintos. Assim como um objetivo profissional indefinido, colocar funções ou áreas de interesse muito distantes num mesmo currículo prejudica a imagem do candidato numa seleção de emprego.

Este artigo buscou responder à dúvida recorrente “objetivos profissionais: o que colocar” que surge tanto entre profissionais experientes quanto entre quem está começando no mundo do trabalho. Como você pôde conferir, não se pode negligenciar essa parte fundamental do currículo e os demais campos devem estar alinhados ao objetivo profissional.

Infográfico - Objetivos para Currículo

Mesmo que você não tenha experiência e esteja em busca do primeiro emprego, essas dicas devem ser levadas em consideração na hora de elaborar o objetivo profissional em seu currículo. Isso certamente aumentará suas chances de passar para as próximas fases da seleção e ser contratado.

Leave a Reply